Configurando servidor DHCP no Linux

Instalação
Neste post, apresenta um breve resumo e configuração do servidor DHCP no Linux na distro Debian e Slackware.
Qual a função do servidor DHCP?
Distribuir um endereço IP de forma automática na LAN (estação).
No Debian:
#apt-get install dhcp3-server
Após o download e instalação do pacote dhcp3-server, vá no diretório /etc/dhcp3
#cd /etc/dhcp3
Faz um cópia de segurança
#mv dhcpd.conf dhcpd.conf.bkp
No arquivo dhcpd.conf coloque a configuração abaixo adaptando para o seu endereço IP em uso.
#vim dhcpd.conf
dhcpd.conf

# dhcpd.conf
#
# Configuration file for ISC dhcpd (see 'man dhcpd.conf')
#
authoritative;
#Domínio configurado no BIND
option domain-name "mundodacomputacao.com.br";
default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;

subnet 192.168.1.0 netmask 255.255.255.0 {
range 192.168.1.101 192.168.1.200;
option routers 192.168.1.100;
option broadcast-address 192.168.1.255;
#Aqui você coloca os servidores DNS de terceiros ou seu domínio próprio configurado no BIND.
option domain-name-servers 8.8.8.8;
option domain-name-servers 8.8.4.4;
}

Explicação
default-lease-time 600; controla o tempo de renovação do IP.
max-lease-time 7200; determina o tempo que cada máquina pode usar um determinado IP.
authoritative; Se um cliente requisitar um endereço que o servidor não conheça, ou seja, o endereço é incorreto para aquele segmento, o servidor não enviará um DHCPNAK, o qual diz para ao cliente para parar de usar aquele endereço.
subnet 192.168.1.0 netmask 255.255.255.0
Define sua “sub-rede” 192.168.1.0 com a máscara 255.255.255.0 e abre uma faixa de IPs que o cliente pode usar.
range 192.168.1.101 192.168.1.200;
option routers 192.168.1.100;; Este é o gateway padrão (neste caso).
option broadcast-address 192.168.1.255;; Essa linha é o endereço de broadcast (neste caso).
option domain-name-servers;; Essa linha você especifica os servidores DNS de sua preferência ou seu próprio DNS configurado no BIND.
Define agora a interface de rede que irá ativar.
#vim /etc/default/dhcp3-server
Onde tiver INTERFACES=””, coloque sua interface de rede
INTERFACES=”eth1″ (nesse caso).
Reinicie o serviço dhcpd: #/etc/init.d/dhcp3-server restart

No Slackware:
Basta você colocar o CD1 do Slackware, e após montado o CD-ROM , entrar na pasta Slackware/n do CD e digitar no console:
#installpkg dhcp-4.1.1-i486-2.txz
PS: Também pode optar para instalar o dhcp já na instalação do Slackware.
No arquivo /etc/dhcpd.conf coloque a configuração visto neste post (dhcpd.conf) adaptando para o seu caso.
Crie um script e salve em /etc/rc.d/rc.dhcpd
rc.dhcpd

#!/bin/sh
#Start/Stop/Restart the DHCP server
#INTERFACES ="eth1"
case "$1" in
'start')
dhcpd eth1
;;
'stop')
killall dhcpd
;;
'restart')
killall dhcpd
dhcpd eth1
;;
*)
echo "usage $0 start|stop|restart"
esac

Reinicie o serviço dhcpd: #/etc/rc.d/rc.dhcpd start

Para compartilhar a internet adicione no script de firewall a regra abaixo:

echo 1 > /proc/sys/net/ipv4/ip_forward
iptables -t nat -A POSTROUTING -o eth0 -j MASQUERADE

Algumas observações:
1. interface eth0 – externa e interface eth1 – interna
2. Configurando servidor DNS no BIND
3. testado na distro Slackware 13.1 e Debian 6

Feito!

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: